domingo, 8 de março de 2015

Empresas multinacionais emporcalham o Brasil



Desde há muito tempo que os países subdesenvolvidos questionam dos países ricos e desenvolvidos a transferência indiscriminada de indústrias poluentes dos seus países de origem para os países pobres. O que via de regra é recebida pelos nossos governantes com aplausos e fogos de artifício.

Como se não bastasse só a presença de indústrias obsoletas e altamente poluentes nos países periféricos, outras empresas multinacionais, como a Coca Cola, Pepsi Cola, Nestlé e outras do ramo de alimentação e bebidas contribuem de maneira agressiva para que a poluição ambiental aumente, sobretudo no interior, onde geralmente não existe de parte das nossas autoridades e do povo em geral, uma consciência de preservação do meio ambiente.
Diariamente são recolhidas em todo o país, milhões de latas e garrafas de refrigerantes e cervejas descartáveis que são vendidas para serem recicladas, mas no interior, as latas de cerveja e refrigerantes são lançadas nas ruas - poluindo as cidades e comprometendo a visão estética.

As indústrias de cervejas e refrigerantes devem ser obrigadas a faz uma campanha de conscientização no próprio vasilhame, como ocorre com os maços de cigarro que alertam para o perigo que representa o uso de tabaco.      
Postar um comentário