segunda-feira, 3 de agosto de 2015

E agora, Zé Dirceu?





Prisão de Zé Dirceu é bastante emblemática e se reveste de muito simbolismo. “E agora, José? A festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou”. (Carlos Drummond de Andrade)

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal afirmaram nesta segunda-feira (3/8) que o ex-ministro Zé Dirceu, preso na 17ª fase da Operação Lava Jato, participou da instituição do esquema de corrupção da Petrobras quando ainda estava na chefia da Casa Civil.

A prisão do ex-ministro Zé Dirceu se reveste de muito simbolismo, porque se trata de um petista graduado, de um ex-ministro do governo Lula e um dos personagens centrais do Mensalão.

Essa prisão, num momento muito conturbado da vida nacional, após vários empreiteiros, parlamentares, lobistas e o tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) terem sido presos, joga um facho de esperança sobre a nação brasileira, que andava descrente na justiça e nas leis deste país. Se um petista muito rico e com fortes laços de amizades nos três poderes é preso – isso quer dizer que daqui pra frente à impunidade é coisa do passado. Tomara!

Se o ex-tesoureiro do PT e amigo de Lula, João Vaccari Neto resolver aceitar um premio pela delação, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva poderá se pego pela Operação Lava-Jato. Ai será o fim do PT.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino

Postar um comentário