terça-feira, 4 de agosto de 2015

PT tem futuro previsível


O ‘mar de escândalos’ que vem permeando os quatro mandatos presidenciais do Partido dos Trabalhadores (PT), dão bem à dimensão do tamanho do imbróglio que esse partido que chegou ao poder montado num discurso moralizante se meteu.

Como foram muitos até aqui os escândalos patrocinados e protagonizados por petistas, vou me ater apenas aos mais espinhosos: começo pelo Mensalão, os dossiês, os sanguessugas, a demissão de sete ministros logo no início do governo Dilma Rousseff e por último, o Petrolão. 

Com todos esses escândalos a moral dos petistas está mergulhada na lama. Isso quer dizer que os petistas se nivelaram por baixo aos tucanos, democratas, peemedebistas, petebistas, pepistas e os partidos que formam a ralé da política nacional. O PT está tão avacalhado que os petistas na CPI da Petrobras têm o desplante de elogiar o presidente da Câmara Federal, o enrolado Eduardo Cunha, como fez o deputado Sibá Machado (PT-AC). Eu só lamento pelos petistas sérios que sofrem humilhações sem ter culpas.

O Partido dos Trabalhadores (PT) enveredou por um caminho sem volta, assim como os partidos que representam à velha política e, Dilma Rousseff para sobrevier vai ter que fazer uma escolha radical, ou seja, deixar o PT, um partido ao qual se filiou às vésperas de Lula se eleger presidente da república. Isso quer dizer que Dilma Rousseff não é uma petista orgânica, o que facilita sua saída desse partido que decepcionou o país.
 
Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino 
Postar um comentário