terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Petista defende 'sacrifício' pelo governo


 
Os três heróis de um governo que está sem rumo e perdido entre nuvens muito carregadas  
 

O deputado federal Zé Geraldo (PT-PA), um dos três petistas integrantes do Conselho de Ética da Câmara Federal que no dia de hoje, irá decidir sobre a admissibilidade do pedido de cassação do mandato de Eduardo Cunha, defende um sacrifício pelo país, salvando Cunha da perda do mandato.

Esse sacrifício pelo país que defende esse parlamentar petista, na realidade é um sacrifício pelo governo da presidenta Dilma Rousseff, cujo futuro está nas mãos de Cunha. A situação do governo é tão complicada que para os petistas que as questões de honra, moral e ética estão sendo colocadas em último plano

Segundo um órgão de imprensa paulista, os três petistas que fazem parte do Conselho de Ética se reuniram hoje para deliberar sobre os seus votos na sessão desse conselho no dia de hoje, com base na orientação partidária.  

Caso os petistas Léo Britto, Zé Geraldo e Valmir Prascidelli se decidam pela salvação de Cunha, o PT que com a prisão de Delcídio Amaral se atolou na lama da imoralidade, perderá completamente a credibilidade e o que já estava ruim, ficará pior ainda. 

O governo Dilma Rousseff está refém de Cunha. E agora? Chamem um gerenciador de crise.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino

Postar um comentário