sexta-feira, 15 de abril de 2016

Desperdício de energia elétrica na iluminação pública


O município de São Raimundo Nonato, localizado no estado do Piauí, deveria fazer um mapeamento executar um serviço de vistoria permanente no seu sistema de iluminação pública, para evitar o desperdício de energia elétrica.

O objetivo de mapear na cidade os pontos da iluminação pública que possuem funcionamento defeituoso e que consomem energia elétrica em período diurno é evitar o desperdício de energia elétrica e que gera com isso custos pelo desperdício da energia elétrica, manutenção prematura dos equipamentos e descontentamento social. Custos e insatisfação para consumidor, que é quem na realidade mantém esse sistema.

Desperdício consome 10% da energia elétrica do país, segundo levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia – ABESCO. Dado esse que pode ser aplicado ao consumo de energia elétrica no sistema de iluminação pública de cada município brasileiro.

Hoje, só na Avenida aeroporto no bairro Primavera num espaço de quase um quilometro eu contei quase uma dezena de lâmpadas acesas em plena luz do dia. 

Quando o serviço municipal que cuida da manutenção da iluminação pública localiza o funcionamento defeituoso de uma lâmpada ou relé fotoelétrico que consome energia elétrica em período diurno, ele cessa o desperdício e com isso evita gastos desnecessários que deveriam ser usados na troca e colocação de lâmpadas em lugares onde não existe iluminação pública.  

Em Tempo:

Iluminação Pública (IP) é um item de segurança pública muito importante. Quem transita por ruas e avenidas escuras, sabe do perigo que corre.
Postar um comentário