segunda-feira, 27 de junho de 2016

Justiça manda proteger Serra Vermelha



A Justiça Federal no Piauí concedeu no dia 24/6, prazo de um ano para que o Ministério do Meio Ambiente incorpore a área da Serra Vermelha, localizada ao Sul do Piauí, região de extrema importância para a conservação da biodiversidade, ao Parque Nacional Serra das Confusões.

Desde 2007 a área vem sendo motivo de disputa entre ambientalistas e a empresa JB Carbon, detentora das terras onde encontra-se localizada a Serra Vermelha. Através da Justiça o projeto foi paralisado e as negociações com o movimento ambiental continuaram até 2011, quando foi acordado entre Ministério do Meio Ambiente e governo do Piauí que o parque Serra das Confusões seria ampliado, porém, sem a Serra Vermelha. O que foi feito, apesar dos protestos.
Serra Vermelha é um imenso chapadão no Sul do Piauí. Seria transformada em Parque Nacional em 2007, porém só ficou no papel.

Um grande projeto de produção de carvão ameaça derrubar 78 mil hectares de florestas da região para abastecer a indústria siderúrgica do Brasil e do exterior. Segundo pesquisadores da USP, Universidade de São Paulo, a região abriga a maior biodiversidade do interior nordestino, com elementos da fauna e flora ainda desconhecidos pela ciência. Documento publicado pelo Ministério do Meio Ambiente diz que pelo menos 50% da vegetação da Serra Vermelha se enquadra dentro do Bioma da Mata Atlântica. A região fica dentro do Núcleo de Desertificação de Gilbués, um dos mais afetados da América Latina.Com Manuel Touguinha
Postar um comentário