terça-feira, 5 de julho de 2016

Eduardo Cunha é um arquivo vivo


Cunha é um adversário implacável
Quem tem medo de Cunha? Os seus companheiros de partidos e o Palácio do Planalto.
 
O governo do PMDB morre de medo do deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), porque se esse parlamentar vomitar os segredos do seu partido, o governo provisório de Temer e os peemedebistas de alto coturno não ficarão de pé.

Embora, Eduardo Cunha seja um ‘fardo muito pesado’ para o governo Temer, o Palácio do Planalto prefere conviver com as suas idiossincrasias, estripulias, armações, manobras e chantagens, do que pressioná-lo a renunciar e a abandoná-lo à sua própria sorte, para não ser uma vítima da ira e dos ressentimentos de Cunha.    

Eduardo Cunha sabe muito e tem muitos peemedebistas nas suas mãos, pelos mais variados motivos. Companheiros que para retribuírem favores e por medo de vingança, estão dispostos a servir incondicionalmente ao seu benfeitor e adversário implacável.

A fidelidade canina da Tropa de Choque de Cunha na Comissão de Ética, é bastante emblemática do respeito e do medo que Eduardo Cunha causa aos seus dependentes.

Se depender do governo Temer, Eduardo Cunha nunca será molestado e será capaz de concluir o seu mandato afastado da presidência da Câmara Federal. Cunha é mais temido pelos seus companheiros de partido e aliados do que pelos seus adversários.
Postar um comentário