terça-feira, 25 de outubro de 2016

Um estado que é um celeiro de grandes craques




O estado do Maranhão já foi exportador de craques de futebol para Europa. Quem não conhece a história dos marabelgas, um número expressivo de jogadores maranhenses que foram jogar na Bélgica?

O ex-jogador Luís Oliveira (conhecido como Oliverrá) foi um dos primeiros "marabelgas", como ficaram conhecidos os garotos do Maranhão, que antes mesmo de se profissionalizarem no Brasil, eram levados para jogar na Bélgica. Sua história começa no Tupan, time modesto da capital maranhense, São Luís. Depois de uma única temporada no clube, aos 19 anos, Oliveira desembarcava no Anderlecht, da Bélgica.

O jogador Canhoteiro, conhecido como o Garrincha que driblava para os dois lados, foi um dos primeiros, depois do jogador Fausto, o segundo maranhense a fazer muito sucesso no sul do país. A dimensão mítica de Canhoteiro é atestada pelo célebre estribilho de um samba de Chico Buarque retratando um ataque dos sonhos: “Para Mané para Didi para Mané/ Mané para Didi para Mané para Didi/ Para Pagão para Pelé e Canhoteiro” e a música Canhoteiro dos compositores Fagner e Zeca Baleiro: “Um anjo torto Um Canhoteiro Um São José de Ribamar Um bailarino Um brasileiro Um Paraíba Um Ceará”. Um Paraíba, porque é como são conhecidos todos os nordestinos no Sudeste e um Ceará, porque, José de Ribamar Oliveira (Canhoteiro), foi revelado pelo Ceará Sporting.

No campeonato brasileiro de futebol deste ano, o estado do Maranhão tem jogadores nas principais equipes de futebol, como no Corinthians (dois: Guilherme e Lucca), Flamengo (dois: Márcio Araújo e Chiquinho), no Fluminense (Maranhão), no Cruzeiro (Manoel), na Chapecoense (Ananias), no Sport Clube Recife (Rithely), no Santa Cruz (Danilo Pires) e Thiago Mendes no São Paulo.

O jogador maranhense Elkeson é o jogador estrangeiro com o maior número de gols na história do futebol chinês. Elkeson que este ano se transferiu de clube na China, na maior transação do futebol mundial. Uma soma equivalente a R$ 76 milhões.  


A propósito: no maior clássico do futebol brasileiro pelo Campeonato Brasileiro que marcou a reinauguração do Estádio Mário Filho, mais conhecido como Maracanã, num feito inédito, quatro maranhenses participaram desse grande jogo: Lucca e Guilherme, pelo Corinthians e Márcio Araújo e Chiquinho pelo Flamengo.   
Postar um comentário