quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Uma cachorra velha perambulando pelas ruas

A velhice não perdoa o animal, seja ele racional ou irracional.


Os homens e os bichos quando envelhecem sobre eles se abate a desgraça, ou uma tragédia na forma de desamparo, de abandono, de fragilidade e medo.


Os animais velhos são abandonados completamente, em alguns casos, sendo apenas tolerados e tratados como fardo, estorvo e coisa imprestável.



A longevidade que, para muitos, é uma virtude e considerada um prêmio, na realidade não passa de um ajuste de contas. É como se fosse uma punição, porque não venham me dizer que existe felicidade na velhice. (DS
Postar um comentário