quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Muito do que nós somos devemos à arqueóloga Niéde Guidon



Fotos: Dom Severino. Fotografias gentilmente cedidas pelo blog diariodohomemamericano

Antes da cegada da arqueóloga Niéde Guidon ao estado do Piauí, para estudar a viabilidade da criação de um parque nacional no município de São Raimundo Nonato, o nosso estado era pouco conhecido nacionalmente e internacionalmente.

Graças a essa cientista determinada e corajosa, o estado do Piauí rompeu com um isolamento a que estava condenado, porque até então, não dispunha de nenhum projeto, de nenhuma riqueza que despertasse o interesse do resto do país.

A arqueóloga e doutora Niéde Guidon, com a sua enorme capacidade de ter acesso à grande mídia nacional e internacional, revelou ao país e ao mundo o enorme potencial turístico do Parque Nacional da Serra da Capivara. Hoje em dia um dos mais procurados destinos turísticos do país.

Com a Serra da Capivara se transformado num parque nacional, o município de São Raimundo Nonato ganhou visibilidade e uma economia voltada para o turismo de aventura floresceu e hoje a sua economia se sustenta basicamente no turismo.

Convém salientar, que a Dra. Niéde Guidon nunca contou com o apoio e a boa vontade dos governantes piauienses. Se hoje o município de São Raimundo Nonato (PI) conta com um aeroporto de padrão internacional, foi graças à determinação dessa cientista que desde que lhes foram apresentadas as pinturas rupestre da Serra da Capivara, acreditou na sua riqueza exponencial.
Postar um comentário