quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Ancelmo Gois: o colunista social



O colunista social Ancelmo Gois, no programa Estudio I da Globonews, apresentado por Maria (Sorriso) Beltrão, teve o desplante de classificar como chatice, um provável segundo pedido de investigação do presidente Michel Temer, que deverá ser feito pelo Procurador-Geral da República (PGR) Rodrigo Janot, antes do fim do seu mandato que acontecerá no dia 17 de setembro.

Eu desconfio de quem desconfia de PGR Rodrigo Janot e da Operação Lava Jato. A única coisa séria que aconteceu neste país, desde o seu descobrimento.

O que o colunista social Ancelmo Gois classificou como chatice - eu considero uma atitude correta e patriótica do procurador-geral Rodrigo Janot, que no comando do Ministério Público Federal (MPF) deu continuidade aos trabalhos desenvolvidos pelos antecessores Roberto Gurgel e Antonio Fernando de Souza. Trabalhos exemplares, diga-se de passagem.

Chatice e ousadia é alguém defender Michel Temer, o seu governo e o PMDB. O PMDB que foi corresponsável pela tragédia brasileira que teve início sob os governos Dilma Rousseff, cujo vice-presidente por duas vezes foi Michel Temer. Ancelmo Gois está incluído nos 5% que apoiam o governo Temer.   
Postar um comentário