terça-feira, 15 de agosto de 2017

Tucano acha que Temer anda investindo na divisão do PSDB



João Dória e Junior e Rodrigo Rocha Loures em Nova Iorque


O governo sofre um grande problema de falta de legitimidade, o que dificulta a governabilidade”, disse diz o governador Geraldo Alckmin em entrevista concedida à Rádio Gaúcha.

Com essa sua manifestação, o governador do estado de São Paulo, mandou um recado muito duro ao presidente Michel Temer que anda plantando a discórdia entre as principais lideranças tucanas. Como por exemplo, ao fazer “afagos” no prefeito da cidade de São Paulo, João Dória Júnior que ainda nem bem começou a andar, já quer correr e deixar para trás quem lhe criou e bancou sua candidatura, com o intuito de dividir o PSDB.

O vídeo divulgado por João Doria Junior, onde afirma que nunca trairá o seu criador, foi uma decisão tomada após ser instado a negar que já esteja se preparado para alçar voos mais altos, por um motivo muito simples: o de não ter ainda nenhuma grande obra que o credencie a ser visto como um grande administrador, alguém com uma rica biografia, capaz de se apresentar com uma liderança do PSDB.

Para desconstruir o projeto político de João Doria Junior, basta questionar a sua administração a frente da cidade de São Paulo e o que ele já realizou em oito meses de governo como prefeito da maior capital do país. Nenhuma grande obra que marque sua administração.

João Doria Junior, não passa de um aventureiro político, alguém que se diz antipolítico, mas que age como o mais profissional dos políticos brasileiros. João Dória não passa de mais um aventureiro político, assim como Fernando Collor de Mello se apresentou ao país em 1989.   

Deus nos livre de mais um aventureiro e de alpinista político.
Postar um comentário