quarta-feira, 23 de maio de 2018

Secretaria de Administração e Finanças diz que preços de planilha foi erro de digitação

Outros números ainda chamam atenção na planilha corrigida

Fonte: Redação Veja SRN com informações do Portal O Sertao


Após a imprensa divulgar planilha para aquisição de itens eletrônicos com preços elevadíssimos a Secretaria de Administração e Finanças do Município publicou nota justificando que foi um erro de digitação como também divulgou nova planilha com preços corrigidos.

O que chama a atenção da população é que o erro não estava apenas em um item, mas em vários itens. Mas não foi culpa do famoso Ctrl+C e Ctrl+V, porque os totais estavam todos compatíveis com a quantidade x preço unitário.

Na nova planilha corrigida aparecem ter outros números exorbitantes, em relação a quantidade de itens, por exemplo: impressoras.  Na planilha consta 05 duplicadoras monocromática cada uma no valor individual de R$ 11.900,00, perfazendo um total de R$ 59.500,00 mais uma impressora de Cartões PVC no valor de R$ 10.047,13 e mais 85 impressoras laser no valor total de R$ 323.700,80 somente com impressoras a prefeitura vai gastar R$ 393.247,93.

Ainda na planilha consta a aquisição de 160 computadores, 18 câmeras fotográficas e 05 filmadoras, além de outros itens de informática. O valor total da planilha para licitação é de R$ 1.416.222,18.

Veja Nota de justificativa da Sec. de Administração e Finanças publicada no Portal O Sertão:

  A Secretaria de Administração e Finanças de São Raimundo Nonato vem através desta esclarecer a questão da planilha publicada na mídia.
A planilha postada fazendo referência ao pendrive de 16g pelo valor de R$ 546, 90 teve erro de digitação.
Esclarecemos também que no ato da postagem da informação neste veículo de comunicação o Tribunal de Contas do Estado (TCE) já havia sido informado pelo setor jurídico da Prefeitura e prontamente corrigiu o erro e publicou a planilha com os valores corretos, resguardando ao cidadão o direito de informação de acordo com a lei 12.527/11.
Informamos ainda que se trata de licitação para aquisição ou seja, a prefeitura não realizou a compra do material, tendo permissão legal para realizar.

Postar um comentário