terça-feira, 14 de julho de 2015

"Xô, pessimismo!"

Pior do que o aumento do desemprego é a onda de pessimismo que toma conta do país. Um pessimismo que vem sendo estimulado, pela grande imprensa, capitaneada pelas organizações Globo: TV Globo, CBN, Rádio Globo, Globonews e o site G1. Quem acompanha a programação desses veículos de comunicações percebe claramente o interesse dos profissionais que comentam as notícias e fazem analise política e econômica em trabalhar um viés pessimista e catastrofista.

O pessimista tende a julgar as coisas pelo lado desfavorável, disposição de quem sempre espera pelo pior. E é ai que mora o grande perigo, porque esse sentimento age paralisando, de modo a que o potencial consumidor se retraia e deixe de consumir ou passe a consumir menos e o empresário em consequência da queda de consumo passe a produzir menos, o que obriga a sua empresa a funcionar com um número menor de trabalhadores.  

O governo para evitar o aprofundamento de uma crise que já provoca estragos na economia precisa combater o pessimismo e os pessimistas de plantão. Agora, o que precisa ficar bastante claro para aqueles que neste momento jogam a favor do agravamento da crise, pensando em tirar proveito da ingovernabilidade e ocuparem o poder é que ninguém conseguirá salvar-se do desastre que a mim parece próximo se nada for feito no sentido de reverter uma situação extremamente grave.

Só o consumo e a retomada do crescimento nos salvarão da tragédia anunciada. 

por Joachim Arouche
Postar um comentário