terça-feira, 22 de setembro de 2015

O poder do Papa reside na riqueza do Vaticano



“A igreja é uma grande mentira, cheia de pessoas vazias e espiritualmente fracas”. (Tomazia Arouche)

Ninguém teme e respeita o Papa por ser ele um ente divino, um ser sobrenatural, mas porque o Vaticano tem um poder econômico imensurável, capaz de poder exercer muita pressão sobre pequenos países.

O Papa Francisco esteve até o inicio desta semana em Cuba e durante toda à sua permanência na 'Ilha dos castros' não tocou em nenhum momento na grave situação dos dissidentes e dos presos políticos. Sua Santidade ignorou completamente essa questão - em respeito ou medo de regime que está no poder há mais de 50 anos.

Cuba é um país que há mais de 50 anos vive sob um regime de exceção e onde que levanta a sua voz contra os ditadores é condenado sumariamente à morte ou a prisão perpetua. Na verdade, Cuba não é um país, mas uma grande propriedade dos irmãos Raul e Fidel Castro.

Nos EUA, um país símbolo da democracia, Sua Santidade o Papa vai falar pelos cotovelos, porque está num país verdadeiramente democrático.  

O Papa Francisco é mais um embusteiro que anda por ai vestido de saia a pregar uma mentira, uma inverdade e repercutir uma história sem pé e sem cabeça, como a que nos conta a Bíblia.  

Se o Papa é representante de Deus na terra, porque ele permite que haja tanta injustiça, violência e sofrimento. Ele deve ser masoquista.

Convém lembrar que no passado, a Igreja Católica promoveu e patrocinou muitas guerras e fez a Santa Inquisição.


O massacre em nome de Deus 

Na Noite de São Bartolomeu de 1572, os católicos massacraram os protestantes chamados huguenotes na França. Somente em Paris, cerca de três mil protestantes foram exterminados nessa noite (algumas fontes históricas ligadas a grupos católicos afirmam que houveram cerca de 2 mil vítimas, enquanto historiadores protestantes chegam a afirmar que as mortes cegaram ao exorbitante número de 70 mil, em toda a França). Os atos de selvageria começaram em Paris, mas logo se espalhou por todo o país, resultando na morte de um número absurdo de huguenotes. 
 

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário