terça-feira, 5 de janeiro de 2016

A poesia segundo Lea Goldberg



Beijei a pedra em seu sonho gelado
porque eu sou o cântico e ela, o silêncio,
porque ela é o enigma e eu quem o propõe,
porque ambos fomos talhados da mesma eternidade. 

Lea Goldberg é uma poeta judia
Postar um comentário