sexta-feira, 20 de maio de 2016

Kleber Mendonça Filho levanta-se contra o sistema dominante


O cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho

Cineasta brasileiro usa tribuna internacional, para revelar ao mundo a trama urdida pelo capital, em parceria com políticos profissionais, para apear do poder uma presidenta eleita pela maioria da população brasileira.  

Foi do cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho a ideia de aproveitar o tapete vermelho do Festival de Cannes - espaço apolítico e reservado a esse, para manifestar o seu descontentamento para com o processo de impeachment que a direita brasileira idealizou e colocou em prática, para tirar do poder um governo que em que pese os seus inúmeros erros, vinha cumprindo uma agenda social que retirou da extrema pobreza milhões de brasileiros.

Kleber Mendonça Filho, não é uma voz isolada clamando contra os inimigos da maioria do povo brasileiro, interna e externamente, mas, o porta voz de uma maioria descontente e que oportunamente vem usando esse espaço de visibilidade mundial, para denunciar o que tem nuances de um golpe, porque aqueles que lideram o processo de impedimento da presidenta Dilma Rousseff, não tem moral para fazê-lo. Não custa nada lembrar que o PMDB que ocupa provisoriamente o governo, é também responsável pelos erros do governo Dilma-Temer e pelas crises que ora paralisam o país.

O PMDB que afastou Dilma Rousseff do poder é o mesmo do presidente afastado da Câmara Federal e do presidente do Senado, contra quem existem quase uma dezena de inquéritos na Suprema Corte. O PMDB que tirou Dilma do poder, até dois meses atrás participava do governo do PT, com sete ministros e mais de 600 cargos na máquina administrativa.  
Postar um comentário