quarta-feira, 20 de julho de 2016

Usar hospital em campanha política é uma afronta


Hoje, a oposição tem o hospital, tem o governo do estado”. (Wesley Moreira)

O Portal Srn, traz no dia de hoje uma matéria onde o dono desse conceituado site de notícias, diz sem meias palavras que o Hospital Regional Senador Cândido Ferraz do governo do estado Piauí vai ser usado como 'moeda de troca' na campanha eleitoral deste ano pela oposição.

Um hospital que não conta sequer com uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas que nessa altura dos acontecimentos já vem sendo usado como instrumento de campanha. Usado só como cabide de empregos, porque os serviços de saúde ofertados por esse hospital regional são precários e deixam muito a desejar. 

O Ministério Público deve começar a fiscalizar a campanha eleitoral no município de São Raimundo Nonato, pelo Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, com base nesse artigo assinado pelo jornalista Wesley Moreira.

Esse artigo compromete além da direção desse hospital, a secretaria de estado da Saúde e o próprio governo do estado. Wesley Moreira deve dispor de dados que corroboram esse seu artigo.  

Wesley Moreira encerra esse artigo fazendo essas perguntas: Quantos votos o grupo do Isaías tem? 1.000? 1.500? Quantos votos o hospital regional tem? 500? 1.000? Quantos votos a prefeitura na mão do Avelar tem? 1.000, 2.000, 3.000? Quantos votos o governo do estado tem? 1.000, 2.000, 3.000?

Desnecessário dizer que essas perguntas são perturbadoras.
Postar um comentário