quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Água com a cor de bílis e com sedimentos amarelados




A água que a empresa estatal, Água e Esgoto do Piauí S/A (AGESPISA) fornece aos piauienses da microrregião de São Raimundo Nonato é inservível para o consumo humano, porque, poucas horas depois de depositada num recipiente, ela fica com a cor de bílis (esverdeada) e com sedimentos amarelados.

Não é à toa que nesta região se registra o maior consumo de água mineral no estado do Piauí e quiçá do país. O pobre sanraimundense é obrigado a fazer um grande sacrifício para comprar água mineral, para que a sua família não corra risco de vida ao consumir água com uma coloração e sedimentos estranhos.

E o mais grave, é o fato dessa empresa não vir a público explicar aos seus consumidores o tipo de tratamento que é dado a esse precioso e indispensável liquido e, se o consumo dessa água representa algum risco para o consumo humano.


Com a palavra a AGESPISA e ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).
Postar um comentário