domingo, 1 de janeiro de 2017

JOSÉ CARLOS SCHWARZ - Si bu sta dianti na luta (Guiné-Bissau)



 José Carlos Schwarz (Bissau, 6 de dezembro, 1949 – Havana, 27 de maio, 1977) foi um poeta e músico da Guiné-Bissau. Ele é amplamente reconhecido como um dos mais importantes e notáveis músicos da Guiné-Bissau.
Ele escreveu em português e francês, porém cantava em crioulo. Em 1970 ele formou o "Cobiana Djazz", banda formada por um grupo de amigos. Após a independência da Guiné-Bissau, Schwarz tornou-se o diretor do Departamento de Artes e Cultura, e também o responsável pela política de infância guineense. Em 1977 iniciou sua carreira na Embaixada da Guiné-Bissau em Cuba. No dia 27 de Maio do mesmo ano, Schwarz morreu em acidente de avião próximo a Havana.


Um músico bastante desconhecido entre nós é José Carlos Schwarz, da Guiné-Bissau.
Para quem não conhece o crioulo da Guiné-Bissau é muito interessante prestar atenção nas letras, falam sobre os tempos da luta: "Que que minino na tchora" = "Porque o menino chora".
Em 1970 formou a banda "Cobiana Djazz". Em 1977 iniciou sua carreira na Embaixada da Guiné-Bissau em Cuba. No dia 27 de Maio do mesmo ano, Schwarz morreu em acidente de avião próximo a Havana.
A Guiné foi o Vietnam de Portugal, a escalada da luta levou ao fim do salazarismo. Foi lá que os jovens portugueses passaram a morrer, fato novo nas férias tropicais dos dois anos de serviço militar obrigatório até então. Diferente foi Moçambique e Angola, terras ricas, o que tornou quase impossível a luta,  sempre massacrada pela África do Sul e os EUA.
No YouTube tem diversas músicas dele, mas este site tem muitas para ouvir ou baixar, onde recomendo algumas do disco "José Carlos Schwarz et le Cobiana Jazz" (pesadas - formato wma): Por Nassif
Postar um comentário